Chá com os Deuses

Julho 03 2010

Não são só matéria e ondas que se refazem, os acontecimentos também são capazes de ressoar da mesma forma que o som (não esqueça que eles se "materializam" no espaço-tempo), como defende o biólogo Rupert Sheldrake. Segundo a sua Teoria da Ressonância, quando a mesma situação se repete, forma-se um ‘campo mórfico’ e a inerente ressonância aumenta a probabilidade de se repetir o conjunto de situações que propiciaram um dado acontecimento; este ‘campo mórfico’ não é informação com base em energia, é mais como um projecto de construção de uma casa, ou, como se disse atrás, um programa. Faz sentido, se atentarmos, por exemplo, ao constante aumento de situações de violência extrema - do género das "matanças" em escolas -, repetidas em sítios muito distantes, não? E não será que a onda de choque causada pelo campo mórfico da explosão de Hiroshima ainda ecoa hoje numa imensa ressonância mórfica, constituindo-se numa das causas (embora ainda) não mensurável, mas constatável, do constante aumento do cancro? E porque não, numa perspectiva causa-efeito, aceitar esta como uma das respostas mais coerentes para outras causas de doenças que parece terem "explodido" no século passado?

 

Mas, defende também esta teoria, quando a ressonância mórfica se espalha, estende-se a todo o espaço e a todo tempo, pelo que o campo mórfico criado tem um impacto instantâneo a nível do mundo inteiro. Assim, quando alguém toma consciência de alguma coisa, as outras pessoas também têm tendência a dela tomarem consciência, o que nos ajuda a compreender as chamadas “sincronicidades” (vulgarmente designadas por coincidências). Não é de todo invulgar, mesmo a nível das descobertas da ciência, duas pessoas em sitos muito distantes, chegarem à mesma conclusão em simultâneo.

Ainda, segundo esta teoria, o ADN não é a única razão pela qual as pessoas da mesma família partilham características semelhantes, pois a ressonância mórfica também aqui desempenha um papel, tendo concluído Rupert Sheldrake que aquela também é constatável nos campos de energia dos laços afectivos entre pessoas, e mesmo grupos de animais; no seguimento de estudos com vários anos, relacionou vários factos, como, por exemplo, a capacidade dos cães conseguirem antever a chegada dos seus tutores a casa por comunicação telepática - o que faz integrar aqueles no restrito grupo de seres sensientes, ou seja, que têm sensações, neste Planeta Azul.

publicado por iorio às 11:46

Espaço de partilha de conhecimentos e experiências na amálgama que funde Espiritualidade e Ciência (as duas faces da mesma moeda), religião e Nova Era, hologramas e Matrix, o Segredo e 2012. E o segredo de 2012. E mais além!
mais sobre mim
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
21
22
24

25
26
27
28
29
30
31


links
pesquisar
 
blogs SAPO