Chá com os Deuses

Outubro 03 2010

UM SORRISO QUE ENCHE O MUNDO

Ao visualizar as fotografias dos cristais de água, o que poderá ter captado tanto interesse de tanta gente em tantos países diferentes? É como se olhar para as fotografias dos cristais de água desperta uma memória primeva contida na essência da água de cada uma das nossas células. A água tem uma mensagem para o mundo: «o mundo está todo ligado por amor e gratidão». O Amor e Gratidão são princípios fundamentais da Natureza.

 

Aqui também podemos constatar os efeitos da ressonância. À medida que as pessoas cuja alma sensível já foi magoada ouvem falar sobre os cristais de água, a mensagem da água espalha-se cada vez mais rapidamente pelo mundo.

 

Questionando-se por que é que o ambiente da Terra está em tão mau estado, por que é que as pessoas estão tão confusas e por que é que a nossa civilização está como está, M. Emoto chega à conclusão de que se trata do resultado de uma combinação entre o orgulho e a corrupção na comunidade científica e o facto de quem tem autoridade permitir e fomentar conscientemente a formação de uma sociedade assim.

 

É claro que há cientistas que trabalham de acordo com a sua consciência, no entanto, quando consideramos a situação da sociedade, percebemos que só muito poucos é que conduziram as suas actividades com a preocupação de perpetuar a raça humana e de limpar o planeta.

As bases da sociedade tornaram-se tão fracas que já não é possível a uma mão cheia de cientistas mudarem a direcção deplorável em que avançamos.

 

Desde criança que Masaru Emoto contava aos que o rodeavam aquilo em que estava a pensar ou que queria fazer e respondiam-lhe constantemente que ele falava demais. Mas, o simples facto de comunicar é uma forma de acumular energia na direcção dos outros. Se, especialmente o que dizemos tem algum significado para eles, a energia flui na sua direcção e ajuda-os a atingir os seus objectivos.

 

Se expressarmos as nossas intenções, seguir-se-á a sua concretização. É importante dizer o que sentimos dentro de nós. A nossa palavra é a nossa promessa, assim, quando dissermos algo, temos que nos comprometer determinadamente.

 

As palavras têm as suas frequências vibracionais individuais e únicas e já vimos como as palavras têm energia que influencia o Universo. As palavras da nossa boca têm um poder que influencia o mundo inteiro.

 

O Mestre Shioya diz que o segredo para a saúde é o seu método de respiração único. Este método implica inspirar até o ar encher os pulmões, fornecendo oxigénio a todo o corpo, enquanto pensa no na energia do Universo a acumular-se à sua volta, tonificando-o. Este método também nos mostra o poder das afirmações. É recomendado que no final afirmemos: «O poder infinito do Universo irá concentrar-se e trazer a verdadeira paz ao mundo». Esta afirmação é uma espécie de oração, mas o que é importante é a sua forte determinação expressa pela palavra ‘irá’.

 

Segundo o Mestre, há partículas espirituais que não podem ser vistas com os instrumentos da ciência actual porque existem na fronteira entre a terceira e a quarta dimensão. As palavras ditas com determinação têm um forte poder que reúne estas partículas espirituais, possibilitando realizar coisas no mundo tridimensional.

 

Em Setembro de 1999, M. Emoto conseguiu reunir o Mestre e 350 pessoas nas margens do Lago Biwa, o maior do Japão, na tentativa de limpar o lago e de rezar pela paz no mundo inteiro, através de uma afirmação, sob a direcção do Mestre Shioya.

 

Passado um mês verificou-se um fenómeno estranho pois, ao contrário do que acontecia todos os anos nessa época, constatou-se que não apareceram nesse ano, as (muitas e) habituais algas em putrefacção.

 

Se não percebermos o princípio do ‘espírito das palavras’, este facto irá parecer muito estranho, mas sabemos que este princípio tem o pode de influenciar toda a existência e de mudar o mundo quase de imediato.

 

Masaru Emoto usa a Teoria da Relatividade de Einstein (E = MC²) para explicar este princípio. Esta fórmula tem um significado adicional importante. A interpretação geral é que E = MC² significa «a energia é igual à massa vezes a velocidade da luz ao quadrado». No entanto, também podemos interpretar C como mente em vez de velocidade da luz. Uma vez que M representa a Massa, podemos interpretá-lo como o número de pessoas concentradas mentalmente.

 

Um artigo de jornal que encontrou falava da possibilidade de usar ultra-som para se decompor a dioxina na água. Expondo-a a uma frequência de 1100 kHz (kilohertz) de ultra-som, criam-se minúsculas bolhas de ar que decompõem a dioxina e outras toxinas mortais quando rebentam. É possível que as 350 pessoas no Lago Biwa tenham criado 2000 kHz de ultra-som. Esta técnica, a confirmar-se, poderia ser usada para descontaminar a água poluída com químicos industriais, depois de tratada com ultra-som.

 

Apesar de todo o trabalho já desenvolvido, M. Emoto reconhece que ainda há um longo caminho a percorrer quanto à investigação da água e ao reconhecimento científico que esta investigação merece, mas alvitra que é possível que esta tecnologia possa ser usada um dia para predizer formas de destruição tais como terramotos, tempestades, inundações ou epidemias, já que pelo até agora constatado, a água tem essas possibilidades.

 

Outro aspecto importante tem a ver com a repetibilidade dos testes, já que muitas vezes se constata que a formação de cristais depende da consciência de quem observa, resultando cristais diferentes consoante o modo como se manuseia a água, os pensamentos do investigador e até a saúde de quem observa.

 

O uso da tecnologia dos cristais de água poderá ser no futuro partilhado por toda a Humanidade, sendo, no entanto, uma espada de dois gumes, pois há a possibilidade do seu uso incorrecto.

 

TERMINANDO

Tudo o que existe no Universo é paralelo. O mundo microscópico é uma reprodução fiel do mundo macroscópico e o Universo é uma enorme mandala (que em sânscrito significa “círculo”). Esta forma de pensar leva-nos à conclusão de que tudo o que acontece no Universo também ocorre dentro dos nossos corpos.

 

Se compararmos o sistema solar com o corpo humano a Terra desempenhará a função do fígado. Todos os dias o nosso fígado filtra duzentos litros de água e envia água purificada para os outros órgãos do corpo. Tendo isto em conta, não é difícil imaginar a Terra desempenhar o papel vital na purificação da água que circula no sistema solar; e a responsabilidade de purificar esta água que chega à Terra é nossa, da Humanidade, porque nós somos fundamentalmente água.

 

A água constitui 70% do nosso corpo e há poucas dúvidas de que a informação presente na água contribui para a formação da nossa personalidade. Já é frequente ouvir falar de pessoas feridas que, após receberem transfusões de sangue, viram imagens de sítios onde nunca estiveram ou tiveram memórias de um passado que não era o seu e, por vezes, até se fala de casos de mudança de personalidade.

 

Pode ser que os acontecimentos pelos quais passamos durante a nossa vida se tornem em memórias registadas pela água, que permanecem no nosso corpo e podem ser aquilo a que chamamos alma.

 

Uma vez que somos a própria água, um dia todas as nossas memórias de experiências neste planeta serão lançadas no espaço. E a nossa responsabilidade antes de isso acontecer é tornarmo-nos água pura.

 

A nossa mente é o que purifica a água e, deste modo, devemos enviar mensagens de beleza e força a toda a vida.

 

Podemos encher o mundo com os mais bonitos cristais de água. Como? Com Amor e Gratidão. Se em todo o planeta houver amor e gratidão, a beleza genuína da Terra regressará de novo.

publicado por iorio às 23:52

Espaço de partilha de conhecimentos e experiências na amálgama que funde Espiritualidade e Ciência (as duas faces da mesma moeda), religião e Nova Era, hologramas e Matrix, o Segredo e 2012. E o segredo de 2012. E mais além!
mais sobre mim
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


links
pesquisar
 
blogs SAPO